terça-feira, 5 de maio de 2015

É Penta! Yago Santiago se Sagra mais uma vez Campeão do Nordeste




M

arcado pelo equilíbrio na classificação, o maior evento do xadrez da região Nordeste do país contou com a participação de mais de 80 atletas de vários estados e teve pela quinta vez o MI Yago Santiago como campeão. 






Aconteceu entre os dias 1 e 3 de maio, no Hotel Jangadeiro, em frente à orla da belíssima praia de Boa Viagem, no Recife, aquele que é considerado o maior evento do ano enxadrístico do Nordeste, o chamado Memorial Miguel Arraes, em homenagem ao ex-governador do estado de Pernambuco ou, como é popularmente conhecido, o Nordestão.
Organizado pela Federação Pernambucana de Xadrez, representada nas figuras de seu presidente, Carlos Capivara e do vice, Louis Lins, e com direção do vice-presidente de relações exteriores da Confederação Brasileira de Xadrez (CBX), o MF Marco Antônio Hazin Asfora, o torneio teve a participação efetiva de 86 jogadores dos 90 inscritos, sendo Pernambuco o estado com maior número de inscritos (49), seguido do Rio Grande do Norte (22), Paraíba (8), Ceará (5) e Bahia (4), fazendo com que o Nordestão, além de promover o esporte, ainda haja como meio para a integração entre os atletas da região.
O torneio, realizado no sistema suíço, com 6 rodadas em ritmo pensado (1h e 30min com acréscimo de 30s por lance), distribuiu premiação para os 10 primeiros colocados do evento, e em uma disputa acirradíssima, 6 jogadores ficaram empatados nas primeiras posições do torneio (todos invictos), cada um com 5.0, além de outros 5 empatados com 4.5 pontos.
O campeão, mais uma vez, foi o MI pernambucano Yago de Moura Santiago, que venceu 4 e empatou 2, mas obteve melhor desempate ao final do torneio. Logo atrás apareceu o MF baiano Paulo Jatobá, seguido do MI potiguar Iack de Macedo.

1ª Rodada: “É Assim que a Banda Toca”

A Bela e a Fera: Carolina Alves Silva (melhor na categoria feminino) vs MF Luismar Brito



Sem surpresas, todos os favoritos fizeram suas tarefas e venceram sem muitos problemas os seus adversários, dando tom de indecisão desde o início do torneio.







2ª Rodada: “Os Indomáveis”

                                                Vitória de Yago sobre Arthur Moura

Novamente os favoritos cumpriram seus papéis e continuaram invictos e no topo, porém, o equílibrio foi maior e o torneio dava indícios que seria um dos mais equilibrados de todos os tempos.

3ª Rodada: “Diga aonde você vai que eu vou atrás”

Vitória de Máximo Iack contra Sérgio Murilo Araújo

Os jogadores da ponta sabiam da importância de não ficar para trás. O equílibrio do torneio já estava demonstrado e provado, e ao final da terceira rodada, 7 jogadores ainda permaneciam com 100% de aproveitamento.

4ª Rodada: “O Poderoso Chefão” – Momentos decisivos

Pai contra filho: Máximo Macedo 1/2x 1/2 Máximo Iack
Empate entre Yago Santiago e Luismar Brito
Jatobá vence e assume isoladamente a liderança

MF Máximo Macedo (vice-presidente administrativo da CBX) empata com próprio seu filho MI Máximo Iack e o MF Luismar Brito empata com o MI Yago Santiago, mostrando que os mais jovens nem sem sempre levam vantagem contra os mais experientes. Dos três melhores no pré-ranking da competição, dois empataram. Faltava porém, o resultado do MF baiano, Paulo Jatobá, que na mesa 2, arrancou o ponto inteiro do MN paraibano Marcos Valério e assumiu isoladamente a liderança.


5ª Rodada: “Uma Falsa Final Antecipada”

Jatobá segura Yago e mantém a liderança do Torneio

Para muitos, o torneio seria decidido naquele momento. Jatobá era líder isolado e Yago precisava da vitória contra seu adversário direto para buscar o título. Em um jogo fechado, Jatobá conseguiu segurar o ímpeto de Yago e segurou o empate. O MF Luismar Brito, um dos 9 jogadores que apareciam com 3.5 pontos até então, foi o único, além de Jatobá, a vencer sua partida no escalão da frente do torneio e chegou à última rodada empatado com o líder.


6ª Rodada: “A Grande Ilusão e o Terceiro Homem”

Yago ressurge! Após vencer Máximo Macedo, Yago chega à ponta da tabela.

Enquanto todos acreditavam que o vencedor do torneio sairia da mesa 1, da disputa entre os MFs Paulo Jatobá e Luismar Brito, o Terceiro Homem apareceu e surpreendeu a todos. Pra começar, os MF’s Paulo Jatobá e Luismar Brito acordaram empate e acreditavam estar em uma posição favorável na briga pelo título. Eis que na mesa 2, jogando contra o MF potiguar Máximo Macedo, surge novamente a figura de Yago de Moura Santiago, que mostrou recuperação e venceu sua partida, empatando com Jatobá e Luismar Brito. Além dele, 3 outros jogadores venceram e chegaram juntos com 5 pontos na última rodada.

A Ansiedade pelo Anúncio

Na medida em que o Presidente da Federação Pernambucana de Xadrez, Carlos Capivara, anunciava os premiados e chamava alguns dos convidados especiais para a entrega dos prêmios, a expectativa para o nome do campeão aumentava.
Primeiramente, porém, foram anunciados os campeões por categoria, e o jovem talento pernambucano Marco Antônio levou a de melhor Sub-18, enquanto que o potiguar José Arruda Câmara recebeu o de melhor +50.


  

Estava chegada a hora então, de anunciar os 10 melhores da competição, e assim, um por um, até o pódio final. Na terceira posição, o MI Máximo Iack, em segundo, o MF Paulo Jatobá, e como grande campeão do torneio, favorecido pelos critérios de desempate, o MI Yago de Moura Santiago, que pela 5ª vez em sua carreira e pela 3ª vez consecutiva, levantou o troféu de campeão do Nordeste.




MI Máximo Iack recebe o prêmio de terceiro lugar das mãos de seu avô, Luiz Soares de Macedo.




















 MF Paulo Jatobá recebe o prêmio de segundo colocado diretamente do Presidente da FPEX, Carlos Capivara.














MI Yago de Moura Santiago recebe o título do Torneio, das mãos do vice-presidente de relações exteriores  da CBX, Marco Asfora


Confira os primeiros colocados:
Rk.
Nº.Inic.
Nome
FED
Elo
Clube/Cidade
Pts.
rtg+/-
1
1
IM
BRA
2400
Santa Catarina
5.0
1.9
2
2
FM
BRA
2377
Salvador/BA
5.0
3.0
3
3
IM
BRA
2314
Natal/RN
5.0
-0.8
4
5
FM
BRA
2197
João Pessoa/PB
5.0
6.6
5
18
BRA
2039
Natal/RN
5.0
23.2
6
4
FM
BRA
2224
Joao Pessoa/PB
5.0
21.8
7
9
BRA
2121
João Pessoa/PB
4.5
6.2
8
36
BRA
1890
Fortaleza/CE
4.5
48.4
9
8
BRA
2138
Fortaleza/CE
4.5
-4.4
10
70
BRA
1802
Recife/PE
4.5


Classificação completa: AQUI!

Dados complementares do torneio
Organização: Federação Pernambucana de Xadrez (FPEX)
Diretor do Torneio: MF Marco Hazim Asfora

Arbitragem: AN Carlos Alexandre de Lima (Principal), AA Louis Carlos Barreto Lins e AA Luciana Dantas Albuquerque